Governador Eduardo Campos diz que vitória foi histórica; mais de 82%

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

O governador reeleito de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), sagrou-se proporcionalmente o candidato mais bem votado do Brasil, com 82,84%, o que representa 3.450.874 votos. Apoiado em uma diferença de 2,8 milhões de votos para o principal adversário, Jarbas Vasconcelos (PMDB), Eduardo comemorou afirmando que se tratava da maior vitória da história política do Brasil.

Fez a referência ao fato primeiramente durante a entrevista coletiva em um hotel, no bairro de Boa Viagem, e depois a repetiu de forma mais contundente no pronunciamento para a militância, no Marco Zero, por volta das 22h. "O povo de Pernambuco derrotou não só uma pessoas, mas um jeito retrógrado de fazer política, que foi enterrado com o voto do povo de Pernambuco."

Eduardo Campos evitou fazer qualquer relação direta com a vitória do mesmo Jarbas sobre o seu avô falecido, Miguel Arraes, na campanha para governador em 1998. Mas fez críticas indiretas. "Não aprendi com doutor Arraes a carregar ódio ou ressentimento no coração. Aprendi a ter coragem, a enfrentar as dificuldades. Não foi uma vitória de revanche ou de revide. Foi a vitória do futuro", disse o governador.

Do JC

0 comentários:

Postar um comentário